fundo_1_edited.jpg

Cia do Sal

A Cia do Sal é uma companhia que surgiu na ocasião da estreia da peça “macacos” em 2016. O grupo é formado por atores e atrizes pesquisadores da cena, vindos da Escola de Arte Dramática da USP/EAD, Escola Livre de Teatro de Santo André (ELT) e Célia Helena. A companhia é formada por negros, brancos, trans, gays, héteros, paulistanos, cariocas e nordestinos que pesquisam seus anseios dentro do coletivo. A principal ideia é contar junto ao povo, fatias e memórias da nossa história. Já recebeu diversas premiações e indicações de festivais do país; como XX Festival de Teatro do Rio de Janeiro- RJ, Festival de Teatro de Cabo Frio-RJ, IX Festival Niterói em Cena, XIV Fesq, VIII Festival de Teatro do Amazonas e Festic-Caruaru.

Macacos

A partir do relato de um homem-negro em busca de respostas para o racismo que rodeia seu cotidiano. “MACACOS”, título da obra por ser o adjetivo mais usado no mundo como preconceito aos negros, se desenrola num fluxo de pensamentos, desabafos e elucidações que surgem em cena a partir da Carne mais barata, do artista negro caído em esquecimento, e até de grandes estrelas do jazz, passando pela nossa História Geral, até chegar, finalmente, aos relatos e estatísticas dos jovens negros presos ou executados pela polícia militar no Brasil de 520 anos, de 2020. Os questionamentos do homem-negro chegam a um grande ápice que convida o público a pensar e debater sobre os preconceitos mascarados que existem no cotidiano brasileiro, que se agravam e aumentam cada vez mais, mostrando que a nossa nação tem em sua veia o genocídio do povo negro para contar a sua História.

Cópia de IMG_1163.jpg
Cópia de IMG_1163.jpg
Cópia de IMG_1163.jpg

Ficha Técnica 

Ator, Diretor e Dramaturgo: Clayton Nascimento

Iluminação: Daniele Meirelles

Provocador Cênico : Ailton Graça

Direção de Movimento: Aninha Maria Miranda

Produção: Bará Produções

Arte: Ieda Mercês

Difusão: Corpo a Fora

  • Instagram
  • Facebook